• 230X230 CentroAletti 0006230X230 CentroAletti 0011230X230 CentroAletti 0018
    © Centro Aletti
  • 230X230 CentroAletti 0019230X230 CentroAletti 0020230X230 CentroAletti 0021
    © Centro Aletti
  • 230X230 CentroAletti 0001230X230 CentroAletti 0004230X230 CentroAletti 0005
    © Centro Aletti
"VIU E ACREDITOU"

Ir. Marina Santos, aci
No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro e viu a pedra retirada do sepulcro. Correu então e foi ter com Simão Pedro e com o outro discípulo que Jesus amava e disse-lhes: «Levaram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde O puseram». Pedro partiu com o outro discípulo e foram ambos ao sepulcro. Corriam os dois juntos, mas o outro discípulo antecipou-se, correndo mais depressa do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro. Debruçando-se, viu as ligaduras no chão, mas não entrou. Entretanto, chegou também Simão Pedro, que o seguira. Entrou no sepulcro e viu as ligaduras no chão e o sudário que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não com as ligaduras, mas enrolado à parte. Entrou também o outro discípulo que chegara primeiro ao sepulcro: viu e acreditou. Na verdade, ainda não tinham entendido a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dos mortos. [Jo 20, 1-9]
Nesta semana de Páscoa:
  • Contemplo o desconcerto e a tristeza de Maria Madalena, que procura o Senhor no sepulcro e não O encontra.
    • Quantas vezes não O procuro eu e também não O encontro? Às vezes estou fechado/a no meu sofrimento, nas dificuldades da vida, na injustiça que me fizeram, na falta de oportunidades que me dão, no “não saber”, no não entender…
  • Contemplo o momento em que João vê sinais de que o Senhor já não está ali, no túmulo onde O procuravam. Vê e acredita.
    • Peço a graça de descobrir os sinais do Senhor Ressuscitado na minha vida e a capacidade de O reconhecer doutra maneira que não espero e de O encontrar onde não O procuro. Peço a graça de me abrir à esperança, à mudança, à Vida.