• 230x230 PGS 1251230x230 PGS 1253230x230 PGS 1255
    © Pedro  Grandão
  • 230x230 PGS 1262230x230 PGS 1242230x230 PGS 1254
    © Pedro  Grandão
  • 230x230 FC 0001230x230 FC 0014230x230 FC 0016
    © Filipe Condado
  • 230x230 PGS 1248230x230 PGS 1256230x230 PGS 1250
    © Pedro  Grandão
  • 230x230 JAC 0029230x230 JAC 0031230x230 JAC 0027
    © João Amaro Correia
  • 230x230 PGS 0930230x230 PGS 1087230x230 PGS 1247
    © Pedro  Grandão
  • 230x230 PGS 1244230x230 PGS 1240230x230 PGS 1257
    © Pedro  Grandão
A FÉ EM MARIA - EXPERIÊNCIA DE DEUS E PLENITUDE HUMANA (1/7)

Introdução

MESSIAS, Teresa, A fé em Maria: experiência de Deus e plenitude humana,
in «Santíssima Trindade, Adoro-Vos Profundamente. Ciclo de Conferências 2010-2011»
Santuário de Fátima, Fátima, junho de 2012, 45-68

A presença de Maria, a mãe de Jesus, e a sua experiência de fé ocupam na experiência espiritual cristã e na sua tradição um lugar singular e uma função específica . Não que Maria ocupe o centro do acontecimento salvífico ou da relação com Deus ou que ofusque o brilho do amor redentor de Cristo: de modo algum. O centro da fé cristã é sempre e só a pessoa de Cristo, o ungido do Pai, o Enviado e Sua presença visível, Ele e só Ele quem é salvador de todo o homem e mulher.

E justamente a centralidade da pessoa de Cristo e a experiência de fé que Maria faz de Cristo (e do Pai em Cristo) que lhe dão uma missão e um protagonismo particulares. Fazem-na "a primeira e mais perfeita discípula" do Filho e modelo da Igreja. A maternidade de Maria, pela qual o Verbo assume a condição humana, permite-lhe ser aquela que oferece a Deus uma corporalidade humana (igual à nossa) e uma presença na história (igual à nossa), que fazem da vida de Cristo um fruto e dom da sua experiência de fé. Nela, mulher tão singular mas ao mesmo tempo tão próxima de nós, se unem de modo fecundo experiência criatural de Deus e plenitude de realização humana.